Museu da Cervejaria Bohemia


Local; centro de Petrópolis
Inauguração; 2013
Site; www.bohemia.com.br
Horário de funcionamento; terças, quartas e quintas, das 13h às 16h30. Sextas, das 10h às 16h30. Sábados, domingos e feriados nacionais: das 10h às 18h30.
Entrada; R$ 27 (inteira) R$ 13,50 (meia).
Acervo; material de multimídia, tanques de metal e outras aparelhagens simulando a fabricação da cerveja.
Nota; 

O museu dispensa qualquer apresentação. Ele fica muito bem localizado ao lado do Palácio de Cristal onde é realizado anualmente a Banernfest. Vocês podem achar que o ingresso é muito alto para um museu. Mas a qualidade do serviço, a facilidade de seguir a exposição, jogos interativos, alta tecnologia utilizada no prédio todo e a degustação no final compensam. Apesar de permitir a entrada de menores de idade, eu não recomendo. Porque o menor de idade não pode consumir bebidas e nem participar dos jogos mesmo com autorização e presença dos responsáveis.


A exposição começa com a história da cerveja, desde o primeiro camponês que esqueceu o levedo na água até a fábrica da Boehmia no Brasil. Toda a exposição é feita com computadores touch screen e telões mostrando pequenos filmes sobre cada parte da história da cerveja. Relacionando muitas vezes a formação da cultura com a bebida, como por exemplo mostrando deuses celtas, gauleses e gregos que eram deuses da Cerveja. Logo depois entramos numa cessão de curiosidades do mundo, onde eles mostram cervejas do mundo todo e como é celebrado o brinde com os amigos em muitos países. A parte seguinte é a história da cervejaria Boehmia, contando desde a sua inauguração até a atualidade. Depois temos a parte que conta sobre a fabricação da cerveja, contando as técnicas utilizadas para fazer a bebida. Por fim temos a degustação e a área com jogos iterativos.

O museu tem uma experiência semelhante ao do Heineken Experience, de Amsterdam.

Além do Museu o estabelecimento tem uma loja que vende cervejas especiais e outros itens e um restaurante temático. No restaurante a maioria dos pratos tem como um de seus ingredientes a cerveja, além disso tem lanches e petiscos para acompanhar e cervejas especiais.


Análise Técnica; O museu cria de forma bem ilustrativa a fabricação da cerveja e a organização do escritório da fábrica. A exposição é super interativa e até quem não curte o sabor fica encantando com a organização e a exibição das informações. Não tem em nenhuma parte obras de arte ou esculturas, somente recriações. A organização das lampadas claras em ambientes escuros também criam um ambiente em que o indivíduo foque apenas em um local, aumentando a curiosidade e a atenção para a exposição. Sem dúvida que a fabricação da cerveja e a degustação (que são sempre apresentadas com guias), as partes finais, são o principal foco do público, mas a museografia utilizada no começo (na parte história e de curiosidades) faz com que o público não passe batido pela parte educativa.

Nenhum comentário: