Meghan Trainor - Parte 1

A música dela me perseguiu até os Açores nesses meses de Dezembro e Janeiro. Mas essa postagem não vai apenas dar informação sobre ela, vamos analisar o que a Meghan trouxe para o mundo. Para deixar mais diluído, vou dividir essa postagem em várias partes e postá-las aos poucos aqui.

Seu maior sucesso estreou em 2014, com a canção All About That Bass. A música conta sobre a valorização da beleza feminina mesmo fora dos padrões utópicos da mídia. O ritmo da música é inspirada nos anos 50, um vintage um pouco moderno. O mais importante da música é que ela se juntou ao movimento da valorisação das meninas plus-size. É cada vez mais recentes as notícias de que "estão contratando modelos mais gordas" ou "saiu no calendário sensual uma modelo plus size". Ou até mesmo vídeos de relatos de mulheres gordas e suas dificuldades em comprar roupa e o preconceito que passam no dia a dia.

O clipe também mostra um pouco de preconceito invertido; o preconceito com as meninas que estão nos padrões utópicos da mídia. Fica bem claro nas cenas em que aparece a "modelo" sendo vaiada pelos outros personagens do clipe.


Leitores, claro que eu defender essa parte da sociedade é igual defender os homens que são abusados sexualmente nos transportes públicos. Existe, sim, mas são a minoria dos casos. A maior parte das pessoas que são abusadas sexualmente nos transportes públicos são mulheres. Assim como a maior parte das mulheres que são forçadas a mudar o corpo são as gordinhas. Mas é por causa disso que as mulheres magras estão livres das opressões da sociedade? Voltando ao outro exemplo; é por causa disso que os homens que foram abusados não tem o direito de prestar queixa?
Concluindo, sobre o maior hit da cantora americana, All About That Bass foi umas das músicas mais populares de 2014 e se juntou ao movimento para o mundo aceitar as mulheres lindas como elas são. Mas toda obra tem os seus defeitos. As mulheres magras também são vítimas, porque elas estão sempre buscando ficarem mais magras ou fazendo loucuras para manter o corpo a qualquer custo.

Reflitam mais na música que vocês consomem.


Nenhum comentário: