O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos

Título original: The Hobbit: The Battle of the Five Armies
Lançamento: 11 de dezembro de 2014
Duração: 2h24min
Dirigido por: Peter Jackson
Com: Martin Freeman, Orlando Bloom, Aidan Turner, Sylvester McCoy, Luke Evans, Evangeline Lilly, Richard Armitage
Gênero: Ação , Fantasia , Aventura
Nacionalidade: EUA , Nova Zelândia e Inglaterra
Distribuidor: WARNER BROS
Ano: 2014
Censura:14 anos
Sinopse: Após ser expulso da montanha de Erebor, o dragão Smaug ataca com fúria a cidade dos homens que fica próxima ao local. Após muita destruição, Bard consegue derrotá-lo. Não demora muito para que a queda de Smaug se espalhe, atraindo os mais variados interessados nas riquezas que existem dentro de Erebor. Entretanto, Thorin está disposto a tudo para impedir a entrada de elfos, anões e orcs, ainda mais por ser tomado por uma obsessão crescente pela riqueza à sua volta. Paralelamente a estes eventos, Bilbo Bolseiro e Gandalf tentam impedir a guerra.
Informações de Adoro Cinema
Nota: 




Agora os Anões conquistaram a montanha e o dragão é morto logo nas primeiras cenas. Participação épica de Benedict Cumberbatch como voz e atuação. Para quem não sabe, essa animação é baseada nas expressões faciais do ator que são captadas por sensores e mandado para o computador. Dessa maneira é difícil montar o personagem na animação sem descartar algumas características do rosto do ator, talvez seja por isso que o dragão tenha um rosto tão longo.

Após a morte dele, os cidadãos sobreviventes da cidade do lado procuram refúgio nas ruínas da cidade próxima a montanha solitária. Os elfos da floresta recebem a notícia da morte do dragão e viajam para a montanha a fim de conquistas as gemas brancas (pura luz das estralas). Os homens da cidade do lago organizam um exército improvisado utilizando armas que encontraram pela cidade. Os anões, parentes da companhia organizada por Thorin, retornam para a montanha para defender da invasão élfica. Os orcs também almejam as preciosidades da montanha e reúnem um gigantesco exército para tomar a montanha.

Os orcs estão em maior número e são o inimigo em comum dos outros exércitos. De uma forma um pouco consentida, eles decidem uma trégua para combatê-los. E por fim, o quinto exército chega para a grande vitória sobre os orcs, o exército reunido por Radagsh, o exército dos animais e das águias gigantes. E vocês acharam que aquele maluco não ia servir para mais nada na história né?

Não consigo achar críticas a esse filme. A maquiagem é exemplar, principalmente no penteado dos Elfos que não se desfaz durante as batalhas, quero o telefone desse cabeleireiro!

Só para justificar: coloquei em "nacionalidade" no cabeçalho porque Ian Holm e Christopher Lee gravaram a sua parte no estúdio Pinewood em Londres porque estavam com complicações médicas e prefiriram evitar a viajem para a Nova Zelândia.

A recomendação que eu deixo para vocês é a leitura do livro. Porque é muito diferente do filme. Nessa trilogia eles misturaram com partes da história que ficou de fora dos filmes do Senhor dos Anéis. As histórias se fundem, sim. Fizeram isso porque com os filmes do O Senhor dos Anéis muita coisa ficou de fora, talvez por falta de verba, talvez porque trilogia estava na moda, talvez porque os filmes já tinham somado muitas horas de duração. Para compensar esse furo de contexto, eles acrescentaram muita coisa no O Hobbit. Isso se vocês lerem os livros vão entender melhor.

Mais tarde vou postar vídeos sobre os bastidores das filmagens.

Nenhum comentário: