Análise geral da série O Guia do Mochileiro das Galáxias

Adams é um verdadeiro gênio da literatura. Ele escreveu o primeiro livro no década de 70 e se mantém atual até hoje!


Essa nova edição da série feita pela aditora Arqueiro aumentou em muito os leitores de Douglas Adams. Como é uma nova edição, barata e pequena, alcançou vários novos grupos de leitores. Hoje está em todas as grandes lojas é fácil de carregar na mochila, mais fácil até que a sua toalha.
A história que era para ser apenas mais um episódio de Doctor Who, virou um dos livros mais vendidos do mundo.


O que podemos aprender com esses livros?
Podemos nos divertir com as aventuras impossíveis dos personagens, afinal com a ficção científica a fantasia é livre, mas tem sempre uma explicação para cada loucura. Também conseguimos tirar grandes lições dos livros.

Como:
- As más notícias viajam mais rápido que a luz. Tentaram criar um motor de nave espacial movido a más notícias, mas ninguém gostaria de receber uma nave dessas.
- Se o mundo fosse organizado por burocratas, a humanidade já estaria extinta. Porque eles estariam ocupados pensando em que cor o fogo deve ter e morreriam de frio.
- Aprendemos a voar. Basta tentar cair e erra o chão.

Como eu já havia dito em outras resenhas, para compreender completamente os livros você já tem que saber alguns termos da cultura de ficção científica. O que muitos acham é que o Guia do Mochileiro das Galáxias é uma forma de introdução nesse mundo. Não, não é. É sim o mais influente e importante, mas você não pode ler ele "cru". Eu vi outras resenhas e a maioria dos leitores desistiu antes do terceiro livro por causa da complexidade. É uma leitura fácil, mas você tem que entender o meio.

Veja as outras resenhas:

Livro 1
Livro 2
Livro 3
Livro 4
Livro 5

Nenhum comentário: